Ainda (e sempre!) Emily Dickinson…

 

Um poema de Emily Dickinson
e duas traduções de Paulo Henriques Britto.

 

Original – poem 185* Trad. “A” Trad. “B”
“Faith” is a fine invention Quando se pode enxergar A “Fé” é um ótimo invento
When Gentlemen can see A “Fé” tem conveniência; Quando se enxerga a contento;
But Microscopes are prudent Mas Microscópios convêm Mas numa Emergência, não:
In an Emergency. Em caso de Emergência. Tenha um Microscópio à mão.

(*) Poema 185 na edição de Thomas H. Johnson (Emily Dickinson: The Complete poems, p.87). As traduções estão no livro de P.H. Britto “A tradução literária”, Civilização Brasileira editora, Rio de Janeiro, 2012, nas pág . 134-145, incluindo os didáticos comentários do tradutor, que trarei em um próximo post.
Por ora, fica a pergunta:
Qual a tradução mais lhe agrada, dileto Leitor?

 

3 comentários em “Ainda (e sempre!) Emily Dickinson…

  1. Nelsinho

    Não gostei muito de nenhuma das duas formas; Preferiria (numa forma linear): “A Fé é um bom invento quando os cavalheiros podem ver (ou enxergar), mas é prudente ter um microscópio para as emergências.
    Pessoalmente considero que “Gentlemen” deve ser fator levado muito a sério como preponderância masculina, porque cientistas eram homens, editores eram homens…
    As traduções colocam “…Quando se pode enxergar / …quando se enxerga…, minimizando o que está por baixo de “…Gentlemen can see”…

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.