Emily Dickinson, Poesia

Emily Dickinson, 23/100*


Nature rarer uses Yellow
Than another Hue.
Saves she all of that for Sunsets
Prodigal of Blue.


Spending Scarlet, like a woman
Yellow she affords
Only scantly and selectly
Like a Lover´s Words.

A Natureza raro usa o amarelo,
Antes prefere outros tons;
Reserva-o todo para o pôr-do-sol
Azul, gasta aos borbotões.


Como a mulher abusa do carmim,
Mas o amarelo, esta cor
Com parcimônia a seleciona, – assim
Como palavras de Amor.

Fonte: Dickinson, Emily. “Uma Centena de poemas“. Tradução, introdução e notas de Aíla de Oliveira Gomes. Ed. T.A.Queiroz/USP, S.Paulo, 1985, p.128-129.
Merecia neste agosto goiano – seco e pleno de amarelos – tal qual os trigais VanGoghianos, deixar outra leitura para a comparação do paciente leitor: um texto de SherazadeH.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s