Emily Dickinson, a natureza e suas cores…


Sunset (c) foto Webshots.com, by Kevin McNeal
Sunset (c) foto Webshots.com, by Kevin McNeal


Emily Dickinson

A Natureza raro usa o amarelo,
Antes prefere outros tons;
Reserva-o todo para o pôr-do-sol;
Azul, gasta aos borbotões.

Como a mulher abusa do carmim,
Mas o amarelo – esta cor
Com parcimônia a seleciona, – assim
Como palavras de Amor.

+++++

Fonte: DICKINSON, Emily. “Emily Dickinson: Uma Centena de Poemas”, tradução de Aíla de Oliveira Gomes, T.A.Queiroz Editora/USP, 1985. p. 128/9.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: