Emily Dickinson: beleza imortal

The Life of ED

130 anos depois de sua morte, Emily Dickison continua desafiando tradutores e encantando leitores ao redor do mundo.

Poesia Metafísica (2)

Poesia Metafísica

Cenas de poesia explícita em Antologia da Poesia Metafísica. >>AQUI AMOSTRAS DO AMOR "Sensous Thought" na Poesia Metafísica.<< Áudio de Naxos Poetas Metafísicos (em inglês) Retiro outros poemas e outro trecho do TRABALHO CAPRICHOSO feito por minha tradutora predileta - D. Aíla de Oliveira Gomes -, de quem divulgo há muito tempo as traduções impecáveis … Continuar lendo Poesia Metafísica (2)

Poesia Metafísica (2)

Poesia Metafísica

Cenas de poesia explícita em Antologia da Poesia Metafísica. >>AQUI AMOSTRAS DO AMOR "Sensous Thought" na Poesia Metafísica.<< Áudio de Naxos Poetas Metafísicos (em inglês) Retiro outros poemas e outro trecho do TRABALHO CAPRICHOSO feito por minha tradutora predileta - D. Aíla de Oliveira Gomes -, de quem divulgo há muito tempo as traduções impecáveis … Continuar lendo Poesia Metafísica (2)

Poesia Metafísica (1)

CEREBRAL e de profunda espiritualidade, eis a Poesia Metafísica, reabilitada para os leitores modernos. CENAS POÉTICAS DA ANTOLOGIA organizada por Aíla de Oliveira Gomes. TRABALHO CAPRICHOSO da minha tradutora predileta - D. Aíla de Oliveira Gomes que já conhecíamos de traduções impecáveis de Emily Dickinson e Gerard Manley Hopkins - agora selecionou, organizou, traduziu e, ainda mais, … Continuar lendo Poesia Metafísica (1)

Emily Dickinson, a natureza e suas cores…

Emily Dickinson A Natureza raro usa o amarelo, Antes prefere outros tons; Reserva-o todo para o pôr-do-sol; Azul, gasta aos borbotões. Como a mulher abusa do carmim, Mas o amarelo - esta cor Com parcimônia a seleciona, - assim Como palavras de Amor. +++++ Fonte: DICKINSON, Emily. "Emily Dickinson: Uma Centena de Poemas", tradução de … Continuar lendo Emily Dickinson, a natureza e suas cores…

Emily Dickinson (“uma centena de poemas”)

QUÃO SABOROSAS SÃO AS MANHÃS DE SÁBADO... Tanto mais quando as completamos com poesia. ABRO “Uma Centena de Poemas"(*) ao acaso, como quem abrisse um breviário. E me vem este presente: “Dizem, ‘com o tempo se esquece’, Mas isto não é verdade, Que a dor real endurece, Como os músculos, com a idade. O tempo … Continuar lendo Emily Dickinson (“uma centena de poemas”)

Emily Dickinson (“uma centena de poemas”)

QUÃO SABOROSAS SÃO AS MANHÃS DE SÁBADO... Tanto mais quando as completamos com poesia. ABRO “Uma Centena de Poemas"(*) ao acaso, como quem abrisse um breviário. E me vem este presente: “Dizem, ‘com o tempo se esquece’, Mas isto não é verdade, Que a dor real endurece, Como os músculos, com a idade. O tempo … Continuar lendo Emily Dickinson (“uma centena de poemas”)

Emily dickinson: Uma centena de poemas

“Tie the Strings to my Life, My Lord279Tie the Strings to my Life, My Lord,Then, I am ready to go!Just a look at the Horses—Rapid! That will do!Put me in on the firmest side—So I shall never fall—For we must ride to the Judgment—And it’s partly, down Hill—But never I mind the steeper—And never I … Continuar lendo Emily dickinson: Uma centena de poemas

Emily Dickinson, ainda uma centena de poemas

Are Friends Delight or Pain? Could  Bounty but remain Riches were good –, But if they only stay Ampler to fly away Riches are sad. ++++++++++++++++++++ Amigos são dor ou ventura ? Durasse sua fartura A riqueza era boa. Se eles, porém, só se demoram Cobrando força p’ro vôo – A riqueza é agrura. ++++ … Continuar lendo Emily Dickinson, ainda uma centena de poemas

Emily Dickinson, “almost a poem a day”

Hoje, pretendo unir três pessoas que aprendi a amar, desde que comecei a ler os poemas de Emily DICKINSON. Dona Aíla, como sabem meus 3 leitores: a minha tradutora predileta de Emily, está hoje ao lado de Helen VENDLER, autora celebrada de “Dickinson, Selected Poems and Commentaries” (Harvard University Press, London, 2010, UK).Aos que gostam … Continuar lendo Emily Dickinson, “almost a poem a day”