Há que se guardar respeitoso silêncio…

Enquanto guardo o silêncio do luto, diante das perdas que o acidente aéreo infligiu à amizade franco-brasileira, retomo e lhes deixo este poema de Emily Dickinson e uma canção de Yves Duteil.

Um comentário em “Há que se guardar respeitoso silêncio…

  1. Simone Maldonado

    Querido Amigo: tua mensagem, tua proposta de silêncio fraterno e meigo a quem não conhecemos mas que são nossos companheiros de jornada e de condição humana, me tocou profundamente. A canção foi parar lá naquele cantinho “certo”, onde já havia um/a “sore spot” só esperando pra doer um pouco mais. Alguém, acho que foi Zola, falou do sentimento de “n´être point aimé”. Estou assim hoje. E esse vôo ainda vai latejar muito em nossos corações. Ton amie, Simone

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.