Emily Dickinson, 6/100*

c.1865*
As folhas trocam, qual mulheres,
Exclusivas confidências –
Entre meneios de cabeça
e pressagas inferências.

De parte a parte fica tácito
Que o segredo é uma exigência –
Inviolável pacto para
Notória evidência.

(Poema no original*)
The Leaves like Women interchange
Exclusive Confidence –
Somewhat of nods and somewhat
Portentous inference.

The Parties in both cases
Enjoining secrecy –
Inviolable compact
To notoriety.

+++
Fonte: Dickinson, Emily. “Emily Dickinson: Uma Centena de Poemas“, T.A.Queiroz/USP, SP, 1984.
Tradução: Aíla de Oliveira Gomes. Pág. 136/137. Para ler Emily Dickinson
Nota de Aíla ao Poema 987 – (Poema de 1865).
“Desde os tempos da Academia de Amherst Emily praticou a literatura humorística; ela se incumbiu, segundo uma colega, da coluna cômica de um jornal manuscrito que circulava pelo colégio (cf. George Frisbie Shicher, “Emily Dickinson: This was a poet”, p.117, University of Michigan Press, 1957). Seus primeiros experimentos na poesia, os ´valentines` são humorísticos. Surgem, depois, ao longo de toda a obra, poemas temperados com variadas doses de wit.
No que ora se comenta, a autora dá plena vazão a sua veia espirituosa; ele também ilustra um fino manejo de figuras de ironia, a que ela recorre para expressar, de modo indireto e gracioso, as usas críticas sociais; um tanto a Jane Austen, se poderia dizer. O poema pertence ainda à divertida série de cartoons de Emily.
A tradução não conseguiu reproduzir, como no poema 985, um fecho de vocábulo único, muito do gosto da autora para essa espécie de poema; a palavra ´notoriedade` em português, não tem a mesma carga perjorativa de seu equivalente inglês.” (p.219)

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.