Catolicismo, Família

Dia dos Avós


Festa de São Joaquim e Sant´Ana, 26 de julho marca para todos nós o Dia dos Avós.

Sao Joaquim + Sant'Ana
Sao Joaquim + Sant'Ana

“É muito antiga a devoção a São Joaquim e Santa Ana, sobretudo no Oriente. A liturgia de São João Crisóstomo refere-se a eles como “os santos Avós de Jesus, Joaquim e Ana“. Grande deve ter sido a santidade dos dois esposos, para que deles nascesse a Virgem Imaculada, a Mãe de Deus!”
Neste 26 de julho curto meu primeiro ano como avô, vivendo o deslumbramento desta condição, e penso no meu neto Lucas como o tema freqüente de minhas anotações no blog e das minhas conversas com os amigos, além de tema de minhas preces e meus sonhos.


Não conheci meu avô (Sizenando Queiroz), mas dele tenho as melhores lembranças e uma só foto em preto e branco, mas mantive com minha avó Cecília Pereira Leal de Queiroz o maior dos afetos que uma família biológica pode nutrir, embora a distância do orfanato nos impedisse do afeto da convivência diária.
Dona Tutu“, como era conhecida minha avó Cecília, ficou de tal forma gravada em meu coração – como o mais forte dos profundos afetos – que dei seu nome a minha filha caçula.

pão e vinho
Beto, Lucas: pão e vinho

Tenho, pois, com os avós a extensão desejada do respeito ao quarto mandamento (e vocês, meus amigos, não sabem quanto incomoda pensar no problema que foi para mim esse mandamento no que respeita aos pais biológicos: o pai que nunca conheci e a mãe com quem mantenho uma relação distante, pelas circunstâncias da vida).

Pois, eis-me aqui nesse dia dos Avós com as minhas circunstâncias: antes de vestir a camisa que mandei fazer com a minha foto predileta do Lucas,

articulo o pensar, a reflexão sobre a minha condição de avô como a extensão natural de toda uma vida, bem vivida, com suas dificuldades, rotinas e pequenos e grandes êxitos. Penso na família que formei a partir da sensação de isolamento que caracterizou a minha juventude. Penso na possibilidade de não só transmitir um sobrenome centenário mas a história pessoal e familiar que se escreve com os Amaral Queiroz e de agora em diante com os Queiroz Foust.

Viva os Avós! Viva eu, viva tu, vovó do Lucas, por que não?

Vovó Helenir e Lucas

9 thoughts on “Dia dos Avós”

  1. Descobri sem querer esse comentario sobre os avos. Considero dew suma importancia a atuaçao dos avo, junto a educaçao dascriançasa e adolescentes. Ha necessidade de maiores refetes bibliografias sobre esse assunto, continuem, parabens.

    Curtir

  2. Querido Beto,
    mal posso imaginar que te encontrei, muitas foram as pesquisas que fiz para saber noticias de vocês? muito me alegra e me emociona este momento mágico, que nos proporciona a internet…Nen sei se(ainda)lembras de mim (Recife, Janga, Alliance française, festa no “Toulouse-Lautrec”) só para te refrescar a memória rsrsrs.
    E as crianças Maira e Cecilia(titita), e a Helenir com seus quitutes maravilhosos… São tantas lembranças!
    Vejo que agora são avós…PARABÉNS!!!
    Moro atualmente na Bélgica, mas podemos dar continuidade a esse contato através da net …
    Um grande beijo para você, Helenir, as meninas e o netinho.
    Aguardo noticias!

    Curtir

  3. Oi, Suzy.
    Que grande alegria receber você aqui. Isso mostra que a Internet pode ser veículo de aproximação entre as pessoas, não importa quão distantes – no tempo e no espaço – estejam.
    Enviei um email pra você e acho que a Helenir gostará muito de retomar contato. Quem sabe nos vemos en Bélgique, l´année prochaine.
    Amitiés,
    Beto.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s