Reeditando o Sabadoyle, sábado de Poesia

Pré-História

Mamãe vestida de rendas
Tocava piano no caos.
Uma noite abriu as asas
Cansada de tanto som,
Equilibrou-se no azul,
De tonta não mais olhou
Para mim, para ninguém!
Cai no álbum de retratos.

+++++
Fonte:  “Murilo Mendes, Antologia Poética”, pág. 19. Editora Fontana/Mec, 1966 (devo este maravilhoso volume à generosidade de meu amigo Rodrigo Pedroso).

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.