Em Goiânia, diretor Marcos Fayad leva Kharms ao palco do SESC

Segundo o editor do Jornal Opção, sr. Euler De França Belém,
a adaptação feita pelo diretor brasileiro [Marcos Fayad] não é mera reprodução daquilo que escreveu o escritor russo e isto é um dos pontos fortes de sua peça ou de suas peças.”

“Uma peça adaptada torna-se uma peça de seu autor e do diretor e, sim, dos atores. Porque, a rigor, embora não sejam trabalhos inteiramente distintos — um é pai-mãe e o outro é filho-filha —, o texto escrito é uma coisa e o texto falado-declamado é outra coisa. Portanto, a peça “Cerimônia Para Personagens Estranhos — Miniaturas Grotescas”, dirigida por Marcos Fayad a partir da adaptação de histórias curtas de Daniil Kharms, é tanto do criador patropi quanto do escritor russo.”

Continue lendo, no link abaixo.
Via Jornal Opção.

Deixe uma resposta