Minha crônica em revista bula

Convido você a ler e comentar minha crônica de maio em revista Bula.
Os olhos da alma que se debruçam sobre o horror como que se emudecem — molhados e tristonhos, quando cedem à tentação de espiar o cortejo dos crimes como espetáculo, divulgados na web. Decrescemos em humanidade quando soçobramos, cedendo à tentação midiática, e damos uma espiadela nos porões do espetáculo de horror em que se tornou nossa política internacional, de guerra a guerra, passando do hediondo à catástrofe em dois quadros rápidos do noticiário na TV. “

(Para continuar lendo, clique sobre a figura!)

Bula_Maio2015

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.