Por que o Olavo tem razão?

O que estou fazendo aqui? SÃO PAULO, 08 DE FEVEREIRO DE 2016 ÀS 19:16 POR OLAVO DE CARVALHO.  I. De todos os bens humanos, a inteligência –e inteligência não quer dizer senão consciência –se distingue dos demais por um traço distintivo peculiar: quanto mais a perdemos, menos damos pela sua falta. Aí as mais óbvias conexões … Continuar lendo Por que o Olavo tem razão?

Leve no trato; firme na ação…

AOS LEITORES. A vocês, seis fiéis que vêm sempre em busca do pão cotidiano da poesia, lamento ter que lhes absorver o tempo como esponja em água suja para falar do tempo dividido que vivemos. Como sabem, o Brasil vive à beira da ruptura institucional. Apodrecidas práticas políticas e ações nas sombras levaram ao limite … Continuar lendo Leve no trato; firme na ação…

ENSAIO-Limite (1)

IMPRESSIONANTE como em minhas leituras tenho um velho hábito de pensar em círculos. E desses círculos, saio sempre nutrido mas com uma certa fadiga. Se e quando a leitura me agrada (em tanto e tal extensão) penso em esparramar o amor ao texto (livro, artigo) lido; mas aprendi que para refletir sobre o que se … Continuar lendo ENSAIO-Limite (1)

Um ensaio que não sai…

Leveza & Esperança | Literatura e Arte: um olhar Cristão IMPRESSIONANTE como em minhas leituras sou vítima de uma tendência a pensar em círculos. Nada mal, pois que desses círculos, saio sempre nutrido mas com uma certa fadiga. Se e quando a leitura me agrada, penso em esparramar o amor ao texto (livro, artigo) lido; mas aprendi que para … Continuar lendo Um ensaio que não sai…

O dom da profecia em tempos pós-modernos…

< Era 2006...Olha só o profeta Olavo de Carvalho: in Jornal do Brasil, 7 de setembro de 2006: "A construção do sistema nacional de roubalheira petista não começou em 2003, nem é um desvio acidental da linha partidária. Vem do início dos anos 90. É parte integrante da estratégia de conquista progressiva do poder total, … Continuar lendo O dom da profecia em tempos pós-modernos…

Teria esta Lição maior validez…

“Se em vez de carioquinha, o Millôr fosse um velho chinês…” (paródia a um poema do Millôr (*) Um dia depois de eu ter transformado o jogador colombiano Zúñiga em “bode expiatório” de minha revolta contra o “cordeiro imolado” que é nosso melhor jogador de futebol (e um dos mais jovens da Copa), pensei, repensei. … Continuar lendo Teria esta Lição maior validez…

Teria esta Lição maior validez…

“Se em vez de carioquinha, o Millôr fosse um velho chinês…” (paródia a um poema do Millôr (*) Um dia depois de eu ter transformado o jogador colombiano Zúñiga em “bode expiatório” de minha revolta contra o “cordeiro imolado” que é nosso melhor jogador de futebol (e um dos mais jovens da Copa), pensei, repensei. … Continuar lendo Teria esta Lição maior validez…