Carmo Bernardes, Catolicismo, Contos, Memória Literária, Memorialismo

Dia do Meio Ambiente lembra Carmo Bernardes

NESTE 05 JUN 2016 - DIA DEDICADO AO MEIO-AMBIENTE, relembremos Carmo Bernardes. Pois, antes mesmo de o meio-ambiente ser um modismo e até razão para criação de partido político, o Sêo Carmo já era um 'ambientalista'. Na verdade, era o melhor aprendiz das "atividades madeireiras" absorvidas de seu pai. Carmos Bernardes (1915-1996), - na feliz alcunha… Continuar lendo Dia do Meio Ambiente lembra Carmo Bernardes

Edival Lourenço, Memorialismo, Pio Vargas, Poesia feita em Goyaz

Último pio do poetinha “Vargas”

DO ARTIGO DO amigo e parceiro do poeta Pio Vargas, hoje presidindo a Ube/Go, meu caro escritor e advogado Edival Lourenço em Colunistas Revista Bula. DESPERTÁCULO *Último poema de PIO VARGAS (1964-1991) Es­tou pron­to pa­ra a guer­ra que en­con­tro quan­do acor­do: bo­tei vi­gia nos sen­ti­dos e ilu­di com com­pri­mi­dos ou­tros se­res a meu bor­do. Aban­do­nei o ví­cio de… Continuar lendo Último pio do poetinha “Vargas”

Bernanos, Catolicismo, Escritores Católicos Franceses, Francofonia, Jorge de Lima, Literatura, Memorialismo, Religião

Jorge de Lima e sua “Ode ao Coxo Veloz” ou: Bernanos, uma vigília inumerável…

"NO MOMENTO EM QUE IA ESCREVER SOBRE TI, BERNANOS, FUI IMPELIDO POR SECRETA FORÇA ÍNTIMA A ESCREVER-TE..." Assim o poeta Jorge de Lima inicia sua ODE AO COXO VELOZ*. Agora que o mundo relembra o Centenário da I Guerra Mundial, jornais lembram o Diário de Bernanos, com o seu estilo inconfundível e sua cólera e… Continuar lendo Jorge de Lima e sua “Ode ao Coxo Veloz” ou: Bernanos, uma vigília inumerável…

Literatura, Memorialismo, Miscelânia

Conselhos de S.Tiago (ii) ou: Provações (ii)

NESTA caminhada, vou lendo mais e refletindo sobre os passos dados e sobre o caminho que hei de tomar…Os bastões em que me amparo só a mim dizem respeito. As pessoas que me são companheiras de estradas, estas sim, trazem um duplo respeito: há os que me amam e a quem amo, de volta. Há… Continuar lendo Conselhos de S.Tiago (ii) ou: Provações (ii)

Literatura, Memorialismo, Miscelânia

Conselhos de S.Tiago (i) ou: Provações (i)

Voilà que o tempo passa. Ontem, completei 59 anos. Dia desses, eu era um menino magrelo, aprendendo coisas num abrigo para órfãos, prometendo a si mesmo que sairia dali para conquistar o mundo, mas não sairia como o R. Silva, fugido. Queria, sim, estudar e ser distinguido entre os melhores. Usava com disciplina minhas horas… Continuar lendo Conselhos de S.Tiago (i) ou: Provações (i)

Memorialismo, Miscelânia

O Chicote do Chico ou: Na Quaresma, riso e tristeza

Meus caros amigos: NÃO HÁ HUMORISTA brasileiro que tenha me feito rir mais do que Chico Anysio. Havia o Mazzaropi da minha infância, mas era cinema e raro. Chico frequentou a sala de minha casa durante muitos anos me fazendo sempre rir e descontrair-me. Diria mesmo que nos fez rir e descontrairmo-nos, pois sempre foi… Continuar lendo O Chicote do Chico ou: Na Quaresma, riso e tristeza

Memorialismo, Miscelânia

A minha 1ª. Remington

UMA FOTO INUSITADA  me anima muito e me provoca a este post. Retirada de um site alemão esta foi o toque bastante para dar um clique em minha memória. É como se voltasse ao curso de datilografia, nos anos 60, usando uma velha Remington, batendo nas teclas, repetitivamente, até à quase perfeição (ainda não havia… Continuar lendo A minha 1ª. Remington