Catolicismo

Poema de Natal, Jorge de Lima, 1950


De JORGE DE LIMA, “Poema de Natal”. Daqui até 25/12/16, pretendo reunir o melhor que reencontrar sobre este tema em nossa memória poética. Obrigado ao blog da “Peregrina Cultural” pelo belo post.

Peregrinacultural's Weblog

 Natividade, 1962

Antônio Gomide (SP 1895 — SP 1967)

óleo sobre tela

—–

Poema de Natal

 

                                                               Jorge de Lima

—–

ERA UM NATAL.  E um poema de alegria

escrito pela mão de quem se iludia

E nele havia as dádivas do dia,

e nele havia sinos acordados;

—-

e havia nele tudo o que se espera

com seus anseios sempre contrariados;

—-

só lhe faltava o que ninguém sabia

porque ficara n’alma que o fizera.

—-

                                  Publicado em Jornal de Letras, Rio de Janeiro, dezembro de 1950.

——

Em: Jorge de Lima: poesias completas, volume IV, Brasília, Aguilar, 1974.

—-

 

Jorge Mateus de Lima (União dos Palmares, AL, 23 de abril de 1893 — Rio de Janeiro, 15 de novembro de 1953) foi político, médico, poeta, romancista, biógrafo, ensaísta, tradutor e pintor brasileiro.

Obras:

Poesia: 

XIV Alexandrinos (1914)

O Mundo do…

Ver o post original 56 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s