Catolicismo

Prudência e Intuição


Na fila de leitura, com certeza. Cheguei a manusear o alentado volume na Liv Cultura, mas deixei pra depois da história da vida de Júlio Mesquita (By J. Caldeira).

safe_image (1)

Por Wagner Schadeck[1]

“A desordem na sociedade é uma doença na psique de seus membros”

Eric Voegelin, Ordem e História

O livro A poeira da gloria[2], de Martim Vasques da Cunha, exige uma leitura linear. Não se trata de mais uma obra de crítica literária; trata-se antes a verdadeira teoria, em seu sentido etimológico de contemplação do espírito. Isto explica o processo de leitura por meio do qual o leitor é convidado a contemplar o desenvolvimento e a decadência de nossa cultura.

Neste sentido, o leitor sentirá algo como uma narrativa espiritual da alma brasileira, reconhecida por meio da manifestação cultural, desde a tradição lusitana até a contemporaneidade. Daí a importância do recurso épico do avançar e retroceder, que Goethe e Schiller encontraram em Homero[3] e que Carlos Alberto Nunes  desenvolve, em vez de conceitualizar, na introdução de seu épico Os Brasileidas.

Além desse recurso…

Ver o post original 587 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s