Leituras do feriado republicano

Por ora, só a alegria de compartilhar o que me ocupa no feriadão da República.DSC00495
E claro, me pergunto se alguém em sã consciência ainda se lembraria de saudar a velha dama – principalmente entre nós entusiastas da Monarquia (e parte dos 6 milhões de eleitores derrotados no plebiscito) ?
A todos os amigos, monarquistas ou republicanos, um bom feriado!

7 comentários em “Leituras do feriado republicano

  1. Sergio

    Beto,
    Estou vendo entre suas leituras “republicanas” um Elias Canetti… Bom! Comecei a leitura do “Auto-de-fé” e me entusiasmei mesmo. Só o deixei por causa de minha desorganização intelectual que se traduz em: muita coisa boa para ler e pouco tempo para desfrutar da leitura… Talvez, há dois meses atrás, se já tivesse lido a conferência de Borges,”O Livro”, na qual ele diz que leitura é felicidade e só devemos ler o que nos traz alegria eu não tivesse deixado o Canetti para trás…

    Então, fora o Pároco, tem alguma coisa boa – e bem traduzida – do Bernanos traduzido para o português? O que vc me indica?

  2. manuela barroso

    Olá Beto !
    Estou de volta deste Portugal agora à deriva!
    Mas não sabia que a monarquia “reina” ainda por aí! Aqui há ainda um saudosismo…
    Pelo que tenho lido, o seu blog acompanha muito as correntes literárias. Aqui há novos valores muito interessantes. Quando puder e se houver aí, registe o nome de José Luís Peixoto. Uma tipo de mensagem a não perder de vista, acredite. Já ganhou vários prémios internacionais.
    Sabe que eu tenho aí um tio, cuja obra literária estou a publicar aqui. Já ganhou vários prémios de poesia aí no Brasil.
    Um abraço
    Manuela Barroso

  3. Sharron Clemons

    Olá Beto ! Estou de volta deste Portugal agora à deriva! Mas não sabia que a monarquia “reina” ainda por aí! Aqui há ainda um saudosismo… Pelo que tenho lido, o seu blog acompanha muito as correntes literárias. Aqui há novos valores muito interessantes. Quando puder e se houver aí, registe o nome de José Luís Peixoto. Uma tipo de mensagem a não perder de vista, acredite. Já ganhou vários prémios internacionais. Sabe que eu tenho aí um tio, cuja obra literária estou a publicar aqui. Já ganhou vários prémios de poesia aí no Brasil. Um abraço Manuela Barroso

Deixe uma resposta