Garimpando em “Cinco séculos de poesia”

O poeta Alexei Bueno, tradutor. Em 1/4 de século de traduções, Bueno nos legou um volume que lança o olhar sobre 5 séculos de poesia. Doze poetas que vêm do séc. XVI até ao tempo presente. Bueno é um sonetista de alto calibre e tradutor de não menos importância. Primo, Giacomo Leopardi, na voz poética de Alexei brasileiro Bueno.

Garimpando em “Cinco séculos de poesia”

O poeta Alexei Bueno, tradutor. Em 1/4 de século de traduções, Bueno nos legou um volume que lança o olhar sobre 5 séculos de poesia. Doze poetas que vêm do séc. XVI até ao tempo presente. Bueno é um sonetista de alto calibre e tradutor de não menos importância. Primo, Giacomo Leopardi, na voz poética de Alexei brasileiro Bueno.

De um Dante a outro, o dom da Poesia ou: Alighieri traduzido por Dante Milano

QUANDO UM AMIGO, mesmo que ‘virtual’, nos leva a retirar um livro da estante, é um momento importante para retomarmos leituras antigas e queridas, que fizeram parte de certa fase de nossas vidas. É quando reler é reviver. Dia desses foi meu amigo Juan Asensio, crítico francês que me trouxe de volta o universo de … Continuar lendo De um Dante a outro, o dom da Poesia ou: Alighieri traduzido por Dante Milano

Magia magiar

Em Magia Magiar, posfácio a Canção Antes da Ceifa (1990), Nelson Ascher diz: "Em 1973 eu tinha 15 anos e Petöfi 150. Ou melhor: a Hungria, terra natal de meus pais - os Ascher, ao que consta, chegaram àquele país no séc. 17 ou 18, oriundos, com escalas nos Países Baixos e na Boêmia, da … Continuar lendo Magia magiar