A esperança se esvai ?

Olhar de Bernanos

Eis-nos no 17º. ano do século XXI — que começa triunfalmente confuso e brutal...Parece que o 17º. ano deste século mau quer superar, em estupidez e barbárie, a seu antecessor. — os acontecimentos indicam que sim: a esperança se esvai, mas resta-nos a Esperança! E se grafei aí acima o substantivo com letra minúscula é que há uma quase certeza … Continuar lendo A esperança se esvai ?

Léon Bloy (2)

"La Souffrance n´est autre chose que la Volupté toute nue." (em "Le Pèlerin de L´Absolu", p.124).

Livros: montanhas e brisas

"Na literatura há também montanhas e brisas. Os livros que encontramos são, na maior parte, como as correntes de ar; e sua leitura tem a brevidade e o enfado de uma gripe. Leu-se, sofreu-se, acabou-se..." (G. Corção) Pensando nisso (como um Twitt estendido), ao lembrar o dia em que fechei a leitura deste autor admirável … Continuar lendo Livros: montanhas e brisas

Léon Bloy (I)

« Le tissu léger de son langage, qui laissait voir les formes pures de sa pensée, n´était presque rien de plus qu´un rappel constant des humbles choses de la nature qu´elle avait pu voir » Fonte: Léon Bloy, La Femme Pauvre, Editions La Part Commune, Paris, 2004, pág. 97. **Veja este post no caótico Wordle … Continuar lendo Léon Bloy (I)

Parentesco espiritual, segundo Bloy

"Ma chère Madeleine (...) Les personnes habituées uniquement aux impressions et aux jugements vulgaires ne peuvent concevoir que la parenté de la chair, la proximité visible. Il y a bien autre chose pourtant. Il y a la parenté spirituelle qui est un mystère. "Nous avons tous, dans ce vaste monde, des frères et des soeurs … Continuar lendo Parentesco espiritual, segundo Bloy

Recebi “o Peregrino do Absoluto” (Bloy)

Livro antigo, emoção nova. Uma alegria quase infantil  me inundou o coração nessa tarde: chegaram minhas mais recentes aquisições pela Estante Virtual. Ei-los, velhinhos, mas atuais em conteúdo. Léon Bloy é grande! E o livro gasto pelo tempo [da ed. Mercure de France, 1919], me chega como, há 90 anos atrás, chegara um volume do … Continuar lendo Recebi “o Peregrino do Absoluto” (Bloy)