Catolicismo, Crônica, Goiás, Literatura Goyaz, Poesia e Crônica, Ursulino Leão

“Destarte” destaca Ursulino Leão

Nesta quinta-feira, 07 de setembro, no Jornal Opção Cultural Online, meu artigo é sobre o cronista e romancista goiano URSULINO LEÃO. Confira no link, clique na figura abaixo:

Adalberto Queiroz, Beto Queiroz, Crônica

A cachoeira*

Das idas a Corumbá de Goiás, posso lembrar-me com alegria. Minha memória guarda um desses passeios como um dia envolto na neblina, vaporzinho descendo sobre a alma plena de alegria, da mesma forma que este café da tarde faz subir a razão em sua fumaça, semelhante ao gênio da lâmpada. Para o menino que fui… Continuar lendo A cachoeira*

Catolicismo, Crônica

Um artigo impublicável

Um artigo escrito e reescrito à pequena multidão de seis leitores deste blog.* Adiós te digo, pero no me voy. Me voy, pero no puedo decirte adiós! (Pablo Neruda, Canto General) Sempre tive a ilusão de escrever para um grande público. Tive uma oportunidade e a perdi. Há um ano, fiz a experiência de adequar… Continuar lendo Um artigo impublicável

Catolicismo, Cotidiano, Crônica, Cristianismo

Para dizer adeus a 2015

CRÔNICA PUBLICADA EM PORTAL RAÍZES. - Goiânia, 23-DEZ-15. ANTES que o ano se vá, esvaindo-se em dias, horas, minutos; antes que a contagem regressiva que anuncia o Novo comece, eis-me aqui para dizer-lhe duas ou três coisinhas. Nem sei ao certo se ficaria bem dizê-las numa página de jornal eletrônico; se melhor não ficariam em… Continuar lendo Para dizer adeus a 2015

Zebras de Josh Brown
Uncategorized

Minha crônica em Revista Bula

Um clarão na página que acenda sua imaginação — eis o que pretendo continuar fazendo. Se você já pulou a barreira do título, entre mil manchetes mais picantes do seu dia-a-dia na internet, seja bem-vindo ao sanatório, desculpe, ao zoológico brasileiro da política.

Crônica, Viagens

Das coisas como entidades sentimentais (2)

A rotina diária deste dezembro tão célere me aconselha a não continuar derramando migalhas de tartines e gotas de Bordeaux sobre o teclado de meus seis leitores. Abandono temporário das crônicas com seu sabor de andívias e com cheiros das boas cozinhas da Douce France por onde circulei neste outono passado. Dedico-me, pois, a dizer-lhes… Continuar lendo Das coisas como entidades sentimentais (2)

Crônica

Das coisas como entidades sentimentais (1)

Algum leitor remanescente, de minha temporada no Verbeat, deve se perguntar porquê dessa republicação. - Ocorre que perdi o backup que me foi gentilmente cedido pelos Verbeaters e assim só me restam alguns post daquele período, que vou tentar recuperar pouco a pouco, em meu velho computador. Portanto, ao republicar esses artigos, faço um acerto… Continuar lendo Das coisas como entidades sentimentais (1)