Post ligeiros (3) – Georges Bernanos

Georges Bernanos no opúsculo "JOANA, Relapsa e Santa" mostra como o processo da Igreja contra Joana D'Arc "pura e simplesmente foi o da condenação de uma santa".

Projeto “Poesia Falada”: projeto SoundCloud (1)

Adendo

Minha crônica em Revista Bula

Zebras de Josh Brown

Um clarão na página que acenda sua imaginação — eis o que pretendo continuar fazendo. Se você já pulou a barreira do título, entre mil manchetes mais picantes do seu dia-a-dia na internet, seja bem-vindo ao sanatório, desculpe, ao zoológico brasileiro da política.

Maigret volta à rotina

Monday, monday... 7 anos atrás!

Poesia & vida, ler & escrever, observar, contemplar… Entrevista à PUC TV Goiás

Entrevista de Adalberto Queiroz ao "Raízes: Jornalismo Cultural", PUC Tv - Goiânia (GO), 14 FEV 2015. Entrevista ao Programa Raízes: Jornalismo Cultural da TV Puc Goiás, Quando falei de Poesia, Vida, Escola, Infância, Ler & Escrever, Alceu Amoroso Lima, Gustavo Corção, Chesterton, Bernanos, São João da Cruz e da Tríade de Católicos Poetas do Brasil - … Continuar lendo Poesia & vida, ler & escrever, observar, contemplar… Entrevista à PUC TV Goiás

Ao modo de São João da Cruz

Nessa noite indormida, tão só e insone Penso na fragilidade humana de sempre Elaborando que difícil é a alma na trempe: Sem rimas, sem versos exatos – alone! Eu tão só encontro na imagem socorro De Nossa Senhora: o meu refúgio no colo Da Mãe de Jesus, tão próximo, seu filho: Viver,  correr ou morrer … Continuar lendo Ao modo de São João da Cruz

Ao modo de São João da Cruz

Nessa noite indormida, tão só e insone Penso na fragilidade humana de sempre Elaborando que difícil é a alma na trempe: Sem rimas, sem versos exatos – alone! Eu tão só encontro na imagem socorro De Nossa Senhora: o meu refúgio no colo Da Mãe de Jesus, tão próximo, seu filho: Viver,  correr ou morrer … Continuar lendo Ao modo de São João da Cruz

Ausência*

Desde então só Desde então, só Tristeza em pó E agora no limite da dor Atingindo a leveza do ser Só mesmo assim ausência – Se define como não-Amor. ©Poemas do Autor, Adalberto Queiroz. 2007.

Livro também é alimento

Penso no livro como fruto Penso no fruto qual vinha. Como livro e bebo vinho. - Livro alimento único: raro: Ébrio de livro caminho... Eu: un ivre plus un livre 😮 leitor bebim de livro +++ ©Poemas do Autor, Adalberto de Queiroz, 2007.

Da série ´Post Perdidos (3)`

Terça-feira, Agosto 3 As aflições do Poeta Autor: Adalberto de Queiroz. Para Marcos Caiado, com minha Amizade.* Ah, , Que Nossa Senhora te proteja E São José te livre de pronto Dessa estranha mão que apedreja: - Será de Amor, este teu pranto? (Pela vida afora…sofres, sofremos). E assim: perguntar carece De que esfera esta … Continuar lendo Da série ´Post Perdidos (3)`