Caderno de rascunhos (1)

O temor ao Grifo                                        “...encolhe-se o animal nas entrelinhas,                                              e ri-se a sós de quem, … Continuar lendo Caderno de rascunhos (1)

Poemas de ocasião (i)

i.i    cidades (i) Eu me movo Tu me moves - It is a meme             moves. … ψ i.ii   mulheres            desejam ser vistas... helenas - Desejo-as!   por a+b: tenho visto [contido, entanto!] todas - em uma... …  

No mínimo…#13

Exercício poético. Fonte:  Cadernosde Sizenando, vol. ii, em preparo, Fev-2016.

Poema–nova safra

I Conceder à palavra o silênciopara daí colher mais eficácia;e assim procedendo ouvidos moucos - falares inconsequentes; intermináveisalgaravias; ruidosos parlatórios – silenciam. Dar-se a si mesmo silêncio:- por que não me calo!? Quiet and calm ouvir a voz interiorfeito ouvisse conselho de pai – No teu caso, de avoengos.E assim obter mais autoridade do olhar … Continuar lendo Poema–nova safra

Poema–nova safra

I Conceder à palavra o silênciopara daí colher mais eficácia;e assim procedendo ouvidos moucos - falares inconsequentes; intermináveisalgaravias; ruidosos parlatórios – silenciam. Dar-se a si mesmo silêncio:- por que não me calo!? Quiet and calm ouvir a voz interiorfeito ouvisse conselho de pai – No teu caso, de avoengos.E assim obter mais autoridade do olhar … Continuar lendo Poema–nova safra