Se ontem o Poeta agonizava…

Hoje se foi... Estrela já era, a outras se juntou, com seu 'verbal de ave', com suas miudezas estelares. Descanse em paz, sêo Manoel Barros. Epitáfio G1. Memorial do Estadão. Passagem de Manoel Barros, pela FSP. Depois, volto com mais memórias e poemas. Adeus!