Poema inédito 2020 (2)

Isaías fala (1)  “Qual tecelão, eu ia tecendo a minha vida,mas agora foi cortada a sua trama.” Contrito, o poeta lê o livro do profeta hebreu.Em busca de palavras, abre o livro, medita sua letra. Antes fora o medo, é bom que se diga;e não fonemas, o que à leitura o moveu.Antes ainda, o apocalipse … Continuar lendo Poema inédito 2020 (2)

Poemas inéditos, 2020 (1)

Isaías fala Vida minha vida de tecelão, que vai tecendo malha simples tal qual a de todo cidadão – era trama antes de lhe cortarem de uma vez sua essência de trama, agora não há tear ou urdidura, não há pente que permita levantar ou abaixar a vista do que tecendo estava, não há passagem … Continuar lendo Poemas inéditos, 2020 (1)

Recorte lírico

O mundo não está preparado para lidar com a pandemia do Coronavírus, mas pode aprender rapidamente -- e deve. A imprensa não pode (e não deve) criar notícias como se fossem espirros irresponsáveis, sintomas da própria pandemia

Anápolis: trastes da memória (1)

A cidade e eu. Eu e a cidade – repito este mantra como um iogue em busca de relaxamento e liberação. Só mesmo assim para compor um texto que lança raízes nas camadas profundas do meu ser. Lembrar com precisão da cidade em que fui criado parece tarefa impossível, divagar é, pois, necessário para que o … Continuar lendo Anápolis: trastes da memória (1)

Artigo em Recorte Lírico

Quando penso na minha infância, vem de chofre a ausência do pai. Depois, a mãe que foi apenas genitora. Mas vem, principalmente, a doçura da avó que me deu acesso às primeiras letras

Entre três rios

Relato da solenidade de posse na AGL, 11/04/2019

Onde tive a chance de responder perguntas…

...Inteligentes e bem apanhadas pelo professor-Doutor Ademir Luiz, da UEG, colaborador do Jornal Opção (Goiânia). Fica o convite para que meus seis leitores leiam a entrevista - clique no link para ler.

Crônicas da América (final)

Amor, lar, viagem e Beleza. A síndrome de Stendhal e a cura pelo Afeto e a proximidade feminina. Clique na figura para ler.

Crônicas da América (3)

A cidade dos Anjos (Los Angeles) e uma canção francesa dos anos 70 ("So far away from L.A.") dão o mote para esta terceira crônica da série Crônicas da América. Confira, lendo o artigo completo: clique no link abaixo.

2018 cochila dentro de nós!