Das “Migalhas Filosóficas” (1) Soren Kierkegaard

Sören KIERKEGAARD, filósofo e teólogo dinamarquês (1813-1855)

Lendo Sören KIERKEGAARD, achei esse trechinho que dedico aos meus amigos do PMI/GO. Trata-se de um “projeto teórico” (filosófico), mas as conexões estão postas para toda a construção de projetos. Veja se não?
O contexto – As “Migalhas Filosóficas” ou “Um bocadinho de Filosofia” foram escritas por S.K. simultaneamente ao “Conceito Angústia”, e publicadas em 13 de junho de 1844, quatro dias antes da publicação da obra mais famosa (Angústia) e dos menos conhecidos (Prefácios), sob o pseudônimo de João Clímacus (Johannes Climacus). Ele é um humorista (auto-definição) com um estofo filosófico considerável (leitor de Descartes, Leibniz e Espinoza), familiarizado com os gregos e uma espécie de alter-ego de S.K. e como tal define-se como autor não Cristão declarado, entre cristãos. Essa criatura terá ao longo da vida de seu Criador (Kierkegaard) um antípoda (Johannes Anticlimacus), autor da “Doença para a Morte” (em português, “O Desespero Humano”) e da “Escola de Cristianismo” – sendo este sim um autor cristão em grau eminente, por definição” afirma Álvaro Valls, responsável pela tradução.

Leia mais