América: roteiro literário

Olá! leitor(a): Estive ausente por umas semanas, tempo em que aproveitei para fazer um roteiro diferente nesta viagem à América e o blog recebeu manutenção da competente equipe de Suporte WordPress. Roteiros literários (1). Abaixo, uma sequência de crônicas literárias da viagem que planejei assim no RoadTrippers - Literary Tour of New England. Feito o planejamento, seguimos … Continuar lendo América: roteiro literário

V.S. Naipaul (2)

https://www.facebook.com/plugins/post.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fadalberto.queiroz%2Fposts%2F10157634963422538&width=500

Henry James como confidente…

O escritor americano, naturalizado britânico, HENRY JAMES (1843-1916) é o tema da minha crônica em DESTARTE, no Opção Cultural Online. Clique no link para ler.

Henry James (1)

A busca por um passado que “possui algo de fantástico e até de diabólico.” "E essa “tentativa de recapturar, pela memória, o passado que cada geração pode alcançar faz com que “Os papéis de Aspern” seja não apenas uma história patética, de grande rigor formal, mas uma criação literária dotada de senso histórico e extraordinária … Continuar lendo Henry James (1)

Walt Whitman, Oh! Pioneers

Poema de W. Whitman* 1 COME, my tan-faced children, Follow well in order, get your weapons ready; Have you your pistols? have you your sharp edged axes?  Pioneers! O pioneers!    2 For we cannot tarry here, We must march my darlings, we must bear the brunt of danger, We, the youthful sinewy races, all … Continuar lendo Walt Whitman, Oh! Pioneers

As diversas espécies de um mundo em extinção

W Whitman - Cristo Carpinteiro

Na minha coluna de hoje, em Opção Cultural, Cunningham é o mote para eu escrever sobre Whitman - crítica de "Dias exemplares" (romance de Michael Cunningham). Confiram, clicando na figura abaixo, para ler todo o artigo.

Meus posts mais lidos em 2016

Leitores amigos de Leveza & Esperança: Olá! As veredas da leitura e da reflexão. É o que posso dizer sobre meu persistente trabalho aqui no blog. Um exercício pessoal que vai ganhando adeptos, sem nunca ceder à mesmice e ao mainstream editorial - estou mais interessado naqueles "talvez uns dois em mil" leitores de que nos … Continuar lendo Meus posts mais lidos em 2016

Da série Queres Ler o quê? (v) – “Sangue Sábio”

SANGUE SÁBIO (WISE BLOOD)* POR MUITO TEMPO ouvi falar de Flannery O'Connor nos meios católicos do Brasil, sem nunca ter encontrado um livro dela traduzido para o português. Li trechos de obras, algumas amostras em inglês, mas nada que me levasse (ou trouxesse) um romance ou um livro de contos às mãos. Em Maceió, passeando … Continuar lendo Da série Queres Ler o quê? (v) – “Sangue Sábio”

Quero ler… o quê? (III)

O gigante Thomas Wolfe. Literalmente gigante. O homem, sabe-se, tinha quase dois metros de altura. Não pode ser confundido com o jornalista "Tom Wolf", de grafia similar, porque Thomas W. é escritor que tem várias polegadas acima na qualidade do texto e tem uma imaginação criadora única, que se nos mostra nos livros deixados. Mesmo tendo morrido jovem … Continuar lendo Quero ler… o quê? (III)