Imitação e emulação movem as letras


José Guilherme Merquior disse alhures que uma pessoa é capaz de uma ou duas ideias originais, quando as tem; o resto é recriar, citar, cotejar, comparar, copiar, reinventar – ou o que quer que seja aplicável ao escritor não complacente com o mero pastiche ou o simples roubo de ideia alheia.
Leia o artigo completo.

José Guilherme Merquior (1941-1991), crítico prolífico e de alta potência

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s